Como comprar o segundo imóvel com a certeza de um bom negócio

Apostar em imóveis é uma das formas mais seguras de obter retorno financeiro sobre um investimento – principalmente se você já tem casa ou apartamento próprios. Seja para vender posteriormente, alugar ou mesmo desfrutar das férias em família, com certeza é um negócio que a vale a pena. Se a sua intenção é saber como comprar o segundo imóvel mas não sabe por onde começar, esse post é para você.

 

Vale a pena comprar o segundo imóvel?

Para começar, as notícias não poderiam ser mais animadoras a respeito do cenário econômico para os imóveis. A taxa Selic, que interfere na porcentagem de juros aplicados em financiamentos, está numa baixa histórica. Assim, fica mais fácil fazer um financiamento para lhe ajudar a comprar o segundo imóvel.

Além disso, apesar do impacto negativo do Coronavírus, ele interferiu positivamente no mercado imobiliário. Isso porque as pessoas passaram a valorizar mais o tempo que passam em casa. Assim, a tendência é que no fim da pandemia muitas famílias queiram investir em bons imóveis para morar, que lhes ofereça qualidade de vida. Logo, se você souber escolher um bom imóvel, as chances de vender ou alugar nos próximos meses são altas.

 

Formas de créditos e pagamentos para o segundo imóvel

Se você não tem dinheiro guardado para comprar o imóvel à vista, não quer dizer que precisa deixar de fazer esse investimento. Abaixo, confira algumas opções para quem precisa levantar fundos para comprar um imóvel.

Financiamento

Com a baixa da Selic, o financiamento é uma boa opção de como comprar o segundo imóvel – pois os juros serão mais baixos. No entanto, apesar da maior facilidade no acesso ao crédito, você não poderá comprometer mais de 30% da sua renda com o pagamento das mensalidades. Por isso, será analisado quanto da sua renda está comprometida com o pagamento de dívidas ou mensalidades antes de receber a aprovação do valor.

 

Consórcios

Se você não tem tanta pressa em adquirir seu segundo imóvel, o consórcio pode ser a melhor opção. Isso porque para adiantar o valor total da carta, você precisa ser sorteado. Funciona assim: antes de tudo, os consorciados entram num grupo de consórcio de uma instituição financeira. Logo, passam a fazer pagamentos mensais de acordo com o plano escolhido. A partir daí, pode ser sorteado aleatoriamente ou dar o maior lance pelo valor total (uma espécie de adiantamento de uma parte do montante).

Uma das grandes vantagens é o custo mais baixo em relação a outras modalidades, pois não há cobrança de juros sobre o valor do crédito, apenas uma taxa que contempla administração, fundo de reserva e seguro.

 

Fatores importantes na hora de comprar o segundo imóvel

Se você pensa em como comprar o segundo imóvel, saiba que antes de tudo é preciso pensar em alguns fatores para fazer o melhor negócio.

 

Tamanho

Primeiramente, pense no tamanho, pois logicamente ele influencia bastante no preço final. Não necessariamente o maior imóvel será sempre a melhor escolha. Avalie qual será o seu plano para esse imóvel. É para o seu filho que vai estudar fora? Então talvez um apartamento pequeno supra essa necessidade. Mas se você quer comprar um imóvel para depois alugar num bairro tradicionalmente familiar, uma casa com área maior pode ser mais vantajosa.

 

Localização

Ainda, o seu objetivo tem tudo a ver com o lugar em que esse imóvel estará.

Uma boa dica é apostar em imóveis no litoral, pois as chances de valorização são altas e também é uma ótima opção para passar férias com a família. Além disso, alugar o imóvel na temporada pode se tornar bem vantajoso.

Em relação à localização, também observe as características do bairro onde seu imóvel estará. Afinal, se a sua intenção é aluga-lo durante todo o ano, um lugar muito agitado ou distante de supermercados e farmácias, por exemplo, não será o mais adequado.

Lembre que se você souber escolher, um imóvel tem ótimo potencial de valorização ao longo prazo. Para isso, é preciso saber encontrar locais que estão em pleno crescimento. Isto é, que estão recebendo investimentos em infraestrutura (como redes de transporte coletivo) ou empreendimentos comerciais (como shoppings centers ou novos condomínios).

 

Qualidade do imóvel

Imóveis novos têm menos chances de apresentar problemas. Já os usados merecem mais atenção a alguns detalhes. Por isso, uma dica importante sobre como comprar o segundo imóvel é analisar o estado de conservação. Verifique o sistema hidráulico abrindo torneiras e chuveiros. Ligue e desligue os disjuntores para testar o sistema elétrico. Confira bem todas as paredes para tentar encontrar rachaduras e, se possível, obtenha um relatório do edifício com um arquiteto ou engenheiro. Assim você se sentirá bem mais seguro com a compra.

 

 

O papel da imobiliária sobre como comprar o segundo imóvel

Os três fatores citados acima resumem bem o que deve ser avaliado na hora de comprar o segundo imóvel. Contudo, vai fazer muita diferença ter ao seu lado profissionais experientes que conhecem o mercado imobiliário da região onde você pretende investir. Desse modo você terá muito mais segurança de estar fazendo o melhor negócio.

Conhecimento do mercado imobiliário: Nessa hora é muito vantajoso contar com a ajuda de quem conhece o mercado imobiliário, pois, mesmo que você tenha certeza do que está procurando, encontrar o imóvel ideal é uma tarefa bastante difícil. Ou seja, sem a orientação de um profissional da área, essa busca pode se tornar algo cansativo e, até mesmo, frustrante.

Ademais, comprar um imóvel com o auxílio de uma imobiliária fará você economizar tempo.  Ela ficará responsável por reunir e organizar toda a documentação, agendamento de visitas, reuniões com a construtora ou dono do imóvel… Enfim, fazer todo o meio campo. Assim você não esquenta a cabeça com burocracias, aspectos jurídicos e financeiros que envolvem a compra de um imóvel. Quer dizer: uma negociação bem mais segura e menos estressante.

 

Como alugar o imóvel

Além disso, se você vai comprar o imóvel com a pretensão de alugar depois (mensalmente ou para temporada) a imobiliária vai te ajudar nisso também. Sem contar que, quando o imóvel é entregue para a gestão da imobiliária, ela também fica responsável por divulgá-lo a possíveis interessados por meio de sites, portais especializados, aplicativos, redes sociais e parcerias.

Em relação a aluguel, outra opção que você pode achar interessante é se valer de aplicativos como o Airbnb. Criando um perfil de anfitrião, você põe o imóvel à disposição para alugar por curtos períodos. Diferentemente das locações convencionais que podem durar meses ou até anos, esse tipo de aluguel de curta temporada visa atrair turistas que estão na cidade. É uma ótima oportunidade de atrair pessoas que vão participar de eventos, cursos, atividades de lazer e entretenimento ou por motivos de saúde, por exemplo.

E aí, comprar um segundo imóvel está nos seus planos? Se você quer conhecer os imóveis disponíveis na Ferrari, basta acessar nosso site. Para saber mais sobre o mercado imobiliário, continue lendo nosso blog e aproveite para nos seguir nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *